SOUND BOARD: TRILHA SONORA PARA KING OF TOKYO

SOUND BOARD: TRILHA SONORA PARA KING OF TOKYO

    por -

    Admita! Você nunca jogou King of Tokyo com trilha sonora! Nem sequer pensou nisso! Lamento informar que você nunca jogou King of Tokyo então. Entretanto, seus problemas acabaram! Com a volta da Sound Board neste artigo, vamos colocar um pouco de música nessa sua pancadaria monstruosa na capital japonesa.

    Para os leitores do On Board já passei alguns conselhos quanto à escolha da trilha ideal, como pensar na ambientação, na época ou local onde se passa a ação no tabuleiro dentre outros fatores. Por vezes é um exercício delicado de entender a intenção do jogo e captar suas nuances de inspiração. Importante saber, também, que exceções são necessárias, como na matéria de hoje.

    Em King of Tokyo (confira nosso review aqui) somos monstros lutando uns contra os outros tentando conquistar, leia-se destruir, Tóquio. Para tal, além de nossos personagens iniciais lotados de clichês das séries de TV dos anos 60 para cá, crescemos cabeças extras, caudas, voamos, soltamos raios encolhedores e todo esse absurdo de borracha que aprendemos a amar na infância e pré-adolescência. A escolha para muitos seria a trilha sonora de Godzilla, o filme e falo de qualquer um deles. Infelizmente, não funciona. Muito clima tenso e instrumentação pesada para o que queremos. Vamos então abrir aquela exceção que comentei no parágrafo acima. Vamos usar música de onde os monstros brilham, mas não são os principais. Vamos usar trilhas de Super Sentai! E some mais uma exceção: músicas com letras, característica que uso em situações muito específicas!

    Super Sentai é uma franquia de séries produzidas pela Toei Company, nome máximo do gênero. Espere grupo de heróis, cada um com uma roupa de uma cor, usando armas gigantes e robôs, preferencialmente montados a partir de partes de cada um dos protagonistas e enfrentando todo tipo de bizarrice cósmica, terráquea, submarina ou misto disto tudo. Foram feitas dezenas e dezenas e dezenas destas séries, contudo apenas algumas delas chegaram ao Brasil, com destaque para o sucesso de Changeman, Flashman e, claro, Power Rangers.

    cover170x170Álbum: Super Sentai Series Theme Songs Collection Vol. 1
    [link para o álbum]

    E eis, amigo leitor, que em 2011 foi lançada uma coleção de sete álbuns com os temas destas obras-primas (sic) que servem monstruosamente bem para King of Tokyo. Nada como um advérbio temático, sim? Antes que você braveje dizendo que estou indo contra meus princípios de coerência temática musical ao usar trilha de seriados de heróis quando somos todos vilões, sugiro que ouça os exemplos abaixo imaginando sua próxima seção do jogo.

    O disco já começa bem, com a música tema Susume! Gorenger do programa Himitsu Sentai Gorenger, o Esquadrão Secreto Goranger de 1975 que teve 84 episódios. Metais, licks de guitarra, wah-wah, cordas e aqueles vocais que nos levam ao climão do jogo de imediato. Dane-se que você não é um dos heróis, você não quereria vestir isso de todo modo:

    Figurino dos Gorengers
    Esquadrão Secreto Goranger. SECRETO?

    OUÇA UM TRECHO DO TEMA DE HIMITSU SENTAI GORENGER:

    Dos sete álbuns da coleção, basta adquirir este primeiro. Todas as faixas são ideais para quando você estiver rolando seus sete dados devido a sua nova cabeça que acabou de nascer. Da série “frases que achei que nunca digitaria na vida”. Vamos ouvir a música de encerramento do mesmo show. Cante comigo “Banbarabanbanban, Banbarabanbanban, Banbarabanban, Banbarabanban, Banbarabanbanban!”

    OUÇA UM TRECHO DO ENCERRAMENTO DE HIMITSU SENTAI GORENGER:

    Ainda no mesmo álbum, desta vez com a música tema de Denshi Sentai Denziman, o Esquadrão Eletrônico Denjiman, seriado que foi ao ar no Japão em 1980. Tudo bem, eu deixo vocês cantarem junto, entendo:

    (Denjiman (×4))
    Dareka ga Tasukero Motometeru
    Dokoka ni Dareka ga Sakenderu
    Isoge Denjiman! Denji Supāku da!
    Atama ni Kirameku Denji-meka.
    (Denjiman (×4))
    Tatakai no Umi wa Kiba de Koge (Koge) Koge (Koge),
    Kanashimi no Umi wa Ai de Koge, Ā…
    Chīsana Inochi wo Mamoru tame,
    Ai to Yūki no Honō wo Moyasu.
    (Denji (×4))
    Ō, Denjiman

    Dareka ga Sukui wo Motometeru,
    Dokoka ni Dareka ga Naiteiru…

    OUÇA UM TRECHO DO TEMA DE DENSHI SENTAI DENZIMAN:

    Experimente! Em sua próxima partida de King of Tokyo vá de temas de seriados Super Sentai. Este álbum é perfeito para tal. E não me venha exigir coerência para um jogo onde existe um robô gigante cor de rosa controlado por um coelho maligno!

    Abraços analógicos!


    NOTA: apresentarei sempre os álbuns com links para a iTunes Store por questão pessoal.

    Lucas Andrade (Lukita ou Meistre Lucas) "O Homem que se Espalha": A mente geradora da fagulha primordial responsável pela materialização do grupo. É ou foi professor de Matemática de todas as pessoas de gerações mais novas que conhece. É presidente e provavelmente o membro mais empenhado em idealizar novos projetos, iniciativas e firmar parcerias. Tente comer durante as partidas ou amarrotar a toalha oficial das mesas e verá despertar nele um tique nervoso capaz de tirá-lo de seu estado racional. O fato de ser adepto e precursor no grupo do modo de jogo intitulado por ele mesmo "Red Lukita vs. Blue Lukita" revela um aspecto esquizofrênico de sua personalidade. Não joga à vontade sem uma trilha sonora que remeta ao jogo que estiver à mesa. Outros interesses: ópera e música clássica em geral, quadrinhos da DC Comics, esportes americanos, séries de TV, clássicos do cinema.

    5 COMENTÁRIOS

    1. Achei fantástico o post e muito divertido alias,
      peço permissão para postar no grupo em que sou admin
      Lá sempre colocamos coisas sobre os boardgames
      tenho certeza que muita gente irá curtir tbm

      continue o trabalho !

    2. Certamente! Fique à vontade! Muito grato!

    3. HA!!! “Banbarabanbanban, Banbarabanbanban, Banbarabanban, Banbarabanban, Banbarabanbanban!” …

      Caramba Lukita, você está se superando.. Muito boa essa trilha.. Já fico imaginando inclusive os jogadores falando com sotaque “JAPOLONGA”… RS

      Parabéns.

      Abraços.

    4. Não tem como não cantar! Confesso que foi muito divertido escrever este texto! Grande abraço!

    5. Não achei link da trilha sonora no spotify, esse não tem?

    Deixe um Comentário