SOBRE A MESA: MARVEL DICE MASTERS: AVENGERS VS. X-MEN

SOBRE A MESA: MARVEL DICE MASTERS: AVENGERS VS. X-MEN

    por -

    pic1997078_mdConsiderado o melhor jogo de 2014 por Tom Vassel, apresentador da rede de programas Dice Tower, Marvel Dice Masters: Avengers vs. X-Men foi lançado em 2014 e já conta com muitos fãs e adoradores. Um fenômeno de vendas lá fora (e já mostrando sua força no Brasil também) estando esgotado por meses no mercado internacional, pois a WizKids não conseguiu dar conta da demanda, mesmo tendo produzido milhões de dados! Criado por Mike Elliot, um dos responsáveis pelo maior Trading Card Game da história, Magic: the Gathering, e Eric M. Lang, também conhecido por vários card games como A Game of Thrones (confira nosso review aqui), Call of Cthulhu, Star Wars (confira nosso review aqui), Warhammer 40,000: Conquest e Warhammer: Invasion, dentre outros e ambos criadores de Quarriors! do qual este Dice Masters toma emprestado boa parte da mecânica e aprimora alguns pontos cruciais, em Marvel Dice Masters: Avengers vs. X-Men os jogadores assumem o papel de uma grande mente poderosa que reúne e controla heróis, vilões e ajudantes, para digladiarem-se em uma batalha mortal! Com a possibilidade de cada um customizar suas equipes, as possibilidades de jogo são muitas, dadas as diferentes interações dos poderes dos personagens e ações.

    Mecânica:
    – Construção de deck/dados
    – Rolagem de dados
    – Poderes variáveis dos jogadores

    Cada jogador controla um time de até oito personagens (cartas), com no máximo vinte dados ao total e vinte pontos de vida iniciais, além de duas cartas de ações básicas, isto conforme os padrões de torneio da WizKids Games.

    Dice1

    Os personagens são representados por cartas e cada um deles é associado a um dado personalizado. Um mesmo personagem, no entanto, tem vários subtítulos que definem suas habilidades conforme descrito na carta. No limite de oito personagens citado acima é importante ressaltar que você não pode ter, por exemplo, dois tipos de Hulk, mesmo que o subtítulo das cartas sejam diferentes.

    Depois de escolhidos os personagens, cada carta correspondente define também o número máximo de dados que você pode ter daquele personagem. A quantidade de dados que você vai escolher para cada um depende do impacto da habilidade dele na sua estratégia. Cada dado de personagem tem três faces representando o personagem em si, mas com três níveis diferentes. Estes níveis determinam o custo para colocá-lo em campo, seu ataque e sua defesa. Algumas faces contam ainda com um pequeno asterisco (explosão, burst) no canto inferior esquerdo que indica habilidades extras. As demais faces representam energia gerada por aquele herói ou vilão que pode ser usada para adquirir outros dados.

    As cartas de ações básicas representam habilidades ou situações, no entanto, são de uso comum para ambos os jogadores. Assim sendo, escolha bem as cartas que você utilizará para compor seu deck, já que seu adversário poderá usá-las também. Cada carta de ação básica é acompanhada de três dados com três faces de energia genérica e três faces de ação, uma sem o símbolo de burst, outra com um e a terceira com dois bursts. Os bursts geralmente executam alguma habilidade adicional ou melhoram uma já existente.

    Dice_Masters1

    Existem também cartas de ação especiais, que são representadas como itens ou localidades, como o Vibranium Shield, Cerebro ou Thor Hammer. Essas cartas de ações entram no limite de oito na composição do time e na contagem dos vinte dados, respeitando o valor máximo permitido na carta. Seus dados são similares aos dados de ação básica, no entanto seu ícone de ação é personalizado.

    Além das cartas de ações básicas, outras habilidades também são comuns para ambos os jogadores, as habilidades Globais. Essas habilidades estão presentes em cartas de ações e cartas de personagens e podem ser usadas a qualquer momento durante o jogo, por qualquer jogador sem a necessidade de um dado específico para tal.

    Nesse ponto o jogo pode começar! No início, todos os dados de personagens e ações básicas ficam sobre as respectivas cartas. Nenhum deles está em jogo até serem comprados das cartas e lançados na sacolinha (conhecido como pool de dados), portanto todos os jogadores iniciam somente com oito dados de parceiros, sidekicks, dados genéricos que indicam personagens mais fracos e a partir daí começa a construção do seu pool de dados, uma mecânica chamada Dice Building. Todos os dados utilizados ou comprados das cartas são recolocados na sacola depois que ela esvazia. Isto faz com que haja um rodízio de dados, aumentando as chances de compra dos dados não-sidekicks, ou seja, dos personagens melhores. Pense em um deck building como Dominion, mas aqui com dados no lugar das cartas.

    Dice_Masters41

    A cada turno os jogadores compram quatro dados da sacola e lançam juntamente com outros que pudessem estar em uma área chamada área de preparação. Dados podem estar nela por terem sido nocauteados em lutas anteriores. É possível ainda re-rolar quaisquer dados uma vez, mas somente uma vez! Todos os dados rolados são colocados na área de reserva.

    Na fase principal podemos gastar as energias geradas, representadas por um raio, um escudo, uma máscara ou um punho, comprando novos dados de ação ou de personagem ou ainda para colocar personagens já rolados em campo, isto quer dizer, torná-los efetivamente ativos. É possível ainda utilizar as habilidades Globais já comentadas ou ações dos dados de ação, dados que contém energia genérica ou ativam a carta de ação específica.

    Durante a fase de ataque o jogador da vez pode fazer com que seus heróis, vilões ou ajudantes ataquem a mente inimiga e esta, por sua vez, pode escolher defender ou não o ataque. Cada dado só pode defender um atacante, mas dois ou mais dados podem defender um mesmo agressor. O ataque acerta a defesa, tanto para os atacantes quanto para os defensores. Isto lembra alguma coisa? Qualquer semelhança com Magic: the Gathering e Quarriors! não é mera coincidência! Diferentemente deste último, entretanto, atacar e defender são opções, não obrigações, o que gera uma camada estratégica muito maior. Continuando, na hora de calcular os danos, os dados de personagens que acertarem diretamente a grande mente, no caso, o jogador, concluem sua missão e vão para a pilha de usados, isto quer dizer que não poderão ser utilizados novamente até sua sacolinha esvaziar e você colocar os usados de volta nela. Os que a defesa não suportou o ataque são nocauteados e vão para a área de preparação podendo ser rolados juntamente com os quatro novos dados que serão comprados na próxima rodada. Quaisquer outros dados que não tenham atendido a nenhuma das situações permanecem em campo. O planejamento dos ataques precisa ser muito bem feito para você não ser surpreendido fazendo um mega golpe e de repente perceber que ficou sem ninguém para defender. O jogo acaba quando a vida de um dos jogadores chegar a zero.

    Dice_Masters6

    Considerações finais:
    A reação negativa mais comum de se ouvir é pelo fato de ser um jogo colecionável. A franquia Dice Masters acaba sendo diferente, pois a compra dos boosters é altamente aproveitável mesmo para personagens que você já tenha, já que a grande maioria deles permite utilizar até quatro dados em sua carta. Por exemplo, você quer utilizar um Capitão América do conjunto inicial. Na caixa básica, cada herói vem com dois dados, mas o Capitão aí permite o uso de quatro. Na pior das hipóteses, se você pegar um outro Capitão avulso, pode aproveitar seu dado. Cada booster vem com duas cartas e dois dados e vale avisar que os dados são iguais, as cartas é que diferem, ou seja, você poderá jogar com várias versões do mesmo personagem, em partidas distintas como já comentado, utilizando os mesmos dados, o que aumenta e muito as possibilidades de formação de sua equipe. Obviamente, se você quiser comprar dezenas e dezenas de pacotinhos, as repetições excessivas ficarão inúteis, contudo, o cenário de trocas está bem ativo no Brasil. Quer apenas se divertir? Só a caixa básica e uns dez boosters já trarão bastante diversão.

    Para informar, existe uma outra caixa básica, Uncanny X-Men, que é independente desta, porém totalmente compatível, assim como temos DC Dice Masters, Yu-Gi-Oh Dice Master e Dungeons & Dragons Dice Masters que usam o mesmo sistema. Como dica final, você precisará de algum tipo de playmat para entender o fluxo dos dados na partida, aqui no nosso site temos um modelo pronto e exclusivo para download AQUI.

    Box inicial Uncanny X-Men, totalmente compatível com Avengers vs. X-Men
    Box inicial Uncanny X-Men, totalmente compatível com Avengers vs. X-Men

    Pontos Positivos:
    – Você sempre tem o que fazer, independente do lançamento de dados
    – Alta rejogabilidade
    – Componentes
    – Tema combina muito bem com a mecânica
    – Rápido e muito divertido
    – Barato

    Pontos Negativos:
    – Necessária a compra de boosters para aquisições de mais dados e cartas melhores
    – Alto nível de sorte pode incomodar jogadores mais experientes
    – Difícil jogar sem uma base de referência ou playmat.

    Ficha Técnica:
    Jogadores: 2
    Idade: a partir de 14 anos
    Duração: 30-60 minutos
    Tipo: caixa básica
    Fabricante/Desenvolvedora: WizKids Games/DEVIR (no Brasil)
    Preço Médio: R$ 85,00

     

    Ana Clara (Reveladora de Cartas Alheias, Arquiteta dos Combos): Há qualquer coisa de cativante nessa alma perturbada. Empolgada e impulsiva, mas sensata em momentos necessários. Não são raras as vezes em que precipita-se a revelar cartas e jogadas de outros jogadores. Possui a incrível habilidade de irritar os membros do grupo com sua enxurrada de perguntas enquanto os mesmos explicam as regras de um novo jogo. É sangue do sangue de nosso nobre Paladino e foi ele quem a apresentou ao fantástico mundo dos jogos há um bom tempo atrás, o que passou desde então a ser um de seus hobbys favoritos. Outros interesses: livros, cinema, séries em geral, quadrinhos, videogame, dança e batata frita.

    9 COMENTÁRIOS

    1. Excelente análise.. Gosto muito de quadrinhos e essa análise da Ana me deixou curioso para conhecer esse dice Game. O difícil desse mundo de board games é querer comprar tudo que gostamos.

      abraços,,

    2. De fato! Mas para quem curte super-heróis o jogo é quase obrigatório!

    3. Olá,
      Já jogo Dice Marters a dois meses e posso dizer com clareza e fantástico, pena que aqui no Brasil ainda na há muitos jogadores e colecionadores, tenho vários personagens para trocar. Vale apena e para quem gosta do Hqs como eu é formidável

    4. Crisney, aqui em Floripa nós conseguimos achar alguns colecionadores assíduos. Eu me incluo nessa conta. Uma loja parceira nossa, a Dragon’s House, sempre tem os lançamentos a venda, e promovemos também campeonatos, que normalmente variam de 6 a 10 jogadores. Tenho que concordar com você, não é muito ainda, mas já dá pra se divertir! Vem fazer uma visita pra nós aqui em Floripa! 😉

    5. Muito boa a análise. Estava com dúvidas principalmente em relação à compatibilidade com outras coleções. Obrigado por esclarecer.

    6. Como seria a compatibilidade entre o x men e ele !! Os dados tem os mesmos valores ?

    7. Totalmente compatível, tanto que em torneio pode-se jogar misturando.

    8. Eu adquiri o Marvel DM e estava querendo comprar 5 booster da DC Dice Masters: Justice League e mais 5 da DC Dice Masters: War of Light para mesclar os dois universos. Ficaria viável ou o universo DC ficaria com poucos dados? Qual a opinião de vcs sobre o assunto? Desde já agradeço.

    9. Olá, Bruno, bem vindo ao nosso site! Olha, como em cada booster você recebe duas cartas e dois dados, com chances de tirar inclusive cartas/dados raros, acredito que a quantidade de dados não seria o problema, depende um pouco da sua sorte. Talvez você consiga pegar um muito bom, mas não venham cópias dele e você acabe ficando com apenas um dado daquele herói específico, o que pode ser frustrante. Um outro porém ainda é que você não vai receber o kit completo que vem nas caixas básicas que podem conter componentes importantes como as cartas de ações básicas que viriam na caixa da DC, por exemplo. Elas podem conter efeitos que complementem estratégias dos heróis que vêm na caixa. Também costumam vir com heróis essenciais para diversas estratégias, ou seja, o mais aconselhável seria pegar a caixa básica da DC mesmo. Espero que tenha ajudado de alguma forma, um abraço da equipe On Board e bons jogos!

    Deixe um Comentário